31 de outubro de 2012

REFORMA PROTESTANTE




O que é Reforma Protestante

reforma protestante
© istockphoto.com /GeorgiosArt
Martinho Lutero
A Reforma Protestante foi uma revolução que ocorreu na Igreja Católica no século 16 liderada por Martinho Lutero e João Calvino que levou ao surgimento do protestantismo, um dos mais importantes ramos do cristianismo. A Reforma Protestante foi o resultado não apenas de questões religiosas, mas também de interesses econômicos e políticos que se opunham ao poder espiritual e político e à riqueza da Igreja Católica e do papado na época. Casos de corrupção e um emergente anticlericalismo foram explorados politicamente por aqueles que, por diversas razões, tentavam limitar a influência e o poder da Igreja Católica sobre o público. Assim, a venda autorizada pelo papa de indulgências (que davam direito ao comprador de ganhar o perdão da Igreja de suas penas temporais) e outros privilégios espirituais levou o alemão Martinho Lutero, padre e professor de teologia, a publicar suas "95 Teses" em 31 de outubro de 1517, na véspera do Dia de Todos os Santos. Nelas, ele atacava a venda de indulgências e apresentava suas preocupações com a ética e a necessidade de uma reforma teológica na Igreja. Apesar de outros movimentos anteriores durante a Idade Média tentarem essa reforma e pregarem a imitação da vida de Cristo como referência moral - como os liderados por São Francisco de Assis e Erasmo de Roterdã, por exemplo -, foi o movimento iniciado por Lutero - que ganharia força com o "calvinismo" pregado pelo advogado francês João Calvino -  que levou a uma ruptura no interior da Igreja Católica e provocou o surgimento de um novo ramo do cristianismo que foi chamado de protestantismo. O movimento religioso iniciado por Lutero, que seria excomungado pelo papa em 1521, foi visto pelos nobres europeus, que se opunham ao poder real ligado ao papa e à Igreja Católica, como uma oportunidade política de se fortalecerem e conquistarem o poder. Na Inglaterra, os efeitos da Reforma levaram à criação da Igreja Anglicana e, na Escócia, ao surgimento do presbiterianismo.

FONTE: http://pessoas.hsw.uol.com.br/reforma-protestante.htm

POSTADO POR: MARCELO PESSOA DO BLOG http://luzevida123.blogspot.com.br/

11 de outubro de 2012

DOUTRINA DIA 10 DE OUTUBRO 2012

 JULGANDO OU SENDO JULGADO



Deu-se nessa última quarta feira dia 10 de outubro de 2012 mais um culto de doutrina na nossa congregação. Na oportunidade o grupo de louvor abriu o culto entoando hinos de adoração a Deus.
Em seguida foi a vez do irmão Helano fazer a leitura oficial a pedido do nosso pastor. A leitura foi em Mateus 7.1-5
Não julgueis, para que não sejais julgados.
Porque com o juízo com que julgardes sereis julgados, e com a medida com que tiverdes medido vos hão de medir a vós.
E por que reparas tu no argueiro que está no olho do teu irmão, e não vês a trave que está no teu olho?
Ou como dirás a teu irmão: Deixa-me tirar o argueiro do teu olho, estando uma trave no teu?
Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho, e então cuidarás em tirar o argueiro do olho do teu irmão. 
Mateus 7:1-5

Nosso obreiro Fabio louvou a Deus enquanto os dízimos  e ofertas eram recolhidos.
Nosso pastor Binagio pregou no tema: Julgando ou sendo julgado.
Julgar significa sentenciar, decidir. Mesmo tendo o Espírito Santo, nascendo de novo, porém o crente está em processo de aperfeiçoamento , em busca da saúde espiritual.
No caminho estreito é o Espírito Santo que conduz. Quando julgamos, estamos falhando.
Será que estamos sendo iguais aos fariseus? Isaías 1.1-6 quantas vezes julgamos pela aparencia. O homem mais julgado da Bíblia , foi Jesus.
Quando você é crítico demais, quando você só vê fracasso , fraqueza nos outros, você se esquece de si, e passa a ser como os fariseus. Se olhe mais irmão, cuide mais de você.
Você vale o que você diz que teu irmão ou até inimigo vale. Não somos juiz! Quem deseja entrar no céu, não pode julgar,tem que se colocar no lugar de servo.
Que céu nós vamos, se nós falarmos mal do próximo? Se apontarmos? Que céu nós vamos se temos intrigas?
Tiago 4.11,12 quando falamos mal, estamos julgando. Toda palavra inutil que sair da sua boca , será cobrada.
Quem quer ir para o céu, tem que lutar. Tem que liberar perdão. Quem nasceu de novo age diferente, libera perdão, se aquebranta.
Quando você julga o próximo você está sendo julgado no mesmo critério por Deus.
1ª Corintios 11.28 . Temos que amar o próximo , levar as cargas dele, chorar com eles. Muito cuidado irmão com teu julgamento, com que tu anda falando, cuidado.



POSTADO POR: Marcelo Pessoa do blog  http://luzevida123.blogspot.com.br/

7 de outubro de 2012

AMIZADE VERDADEIRA SÓ COM JESUS


CULTO DO AMIGO


Foi realizado nesse domingo dia 7 de outubro de 2012 na congregação do Jardim Das Oliveiras 2 mais um culto de adoração e louvor a Deus.
Culto intitulado como culto do amigo.
Deu-se início com os louvores entoados pelo grupo de louvor.
Em seguida a leitura oficial foi feita pelo auxiliar Ivo que estava dirigindo o trabalho. A leitura foi feita em Salmos 133.
Logo mais os grupos locais tiveram a oportunidade de apresentar um hino a Deus. Primeiro foram as crianças, após os adolescentes, em seguida a mocidade e por último o conjunto de senhoras.
Nossa irmã Rachel Natália e nosso irmão Erandir também louvaram a Deus.
A Palavra , a poderosa  mensagem foi trazida pelo auxiliar Samuel Texeira onde leu em Lucas 7. 36-47.
A mensagem teve como tema : Encontrando o Verdadeiro Amigo.
Samuel nos trouxe uma reflexão das atitudes da mulher pecadora em relação a Jesus.
1ª atitude: Ela correu até onde Jesus estava. Relatou que essa mulher que não foi nem convidada para está ali, mas correu aos pés de Jesus.
Aos pés do Senhor é o melhor lugar para está. Muitos vão atrás de Jesus mas não vão ao lugar certo.
2ª atitude: Ela levou algo para oferecer a  Jesus. No momento do nascimento de Jesus até os mago levaram algo a oferecer a Jesus. Esta mulher levou óleo de alabastro , algo de grande valor para a época. Ofereça algo a Jesus.
3ª atitude: Ela se humilhou. Não tinha pra ela lugar na mesa, ela foi por detrás de Jesus. Tudo começa na atitude de buscar ao Senhor e está a seus pés. 
E esta mulher saiu dali justificada, ninguém dava para ela valor, ninguém apostava nela, mas Jesus ali a abençoou. 
Ainda tivemos um reconciliação e 4 pessoas a frente do púlpito abrindo seu coração para um novo caminhar com Cristo.
No final o auxiliar Marcelo Pessoa orou e as bençãos apostólicas foram dadas pelo presbítero Carneiro.


Postado por: Marcelo Pessoa do blog http://luzevida123.blogspot.com.br/